UOL Notícias Notícias
 

18/02/2010 - 09h35

Atentado suicida deixa 10 mortos em Ramadi

Pelo menos 10 pessoas, incluindo quatro policiais e uma criança, morreram nesta quinta-feira em um atentado suicida com carro-bomba em um posto de controle de Ramadi, ao oeste de Bagdá.

"Recebemos até o momento 10 corpos, entre eles os de quatro policiais e o de uma menina, e atendemos 15 pessoas, após o atentado suicida com carro-bomba", disse um funcionário do hospital de Ramadi, uma cidade situada na província de Al Anbar, 100 km ao oeste da capital iraquiana.

Segundo uma fonte policial, o atentado aconteceu perto de uma barreira de controle instalada a 150 metros da sede do governo desta região sunita, que já foi um reduto da insurgência.

Em 30 de dezembro de 2009, dois atentados contra o conselho provincial em Ramadi mataram 23 pessoas e deixaram 30 feridos, incluindo o governador de Al Anbar, que perdeu um braço.

Em uma mensagem de áudio divulgada na sexta-feira, o líder da Al-Qaeda no Iraque, Abu Omar al-Baghdadi, ameaçou executar atentados no início da campanha eleitoral para as legislativas de 7 de março.

"O que aconteceu era previsível, apesar das medidas de segurança. Está claro que os grupos de insurgentes aumentarão os ataques", disse Maamun Sami Rachid, o ex-gobernador de Al Anbar.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h29

    0,35
    3,168
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h40

    0,30
    74.663,37
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host