UOL Notícias Notícias
 

18/02/2010 - 13h47

Interpol pede captura de suspeitos de assassinato de dirigente do Hamas

A Interpol, organização de cooperação policial internacional, emitiu nesta quinta-feira ordens de captura contra 11 suspeitos de envolvimento no assassinato de um líder do Hamas em Dubai.

A Interpol "emitiu notificações vermelhas (aviso de busca internacional que inclui a eventual extradição do suspeito) contra 11 indivíduos procurados internacionalmente, acusados pelas autoridades de Dubai de preparar e perpetrar o assassinato do palestino Mahmud al-Mabhud, dirigente do Hamas, em 19 de janeiro de 2010", indicou a instituição em um comunicado.

A polícia de Dubai revelou que seis dos membros do comando que executaram a operação usavam passaportes britânicos e outros três tinham passaportes irlandeses. Um tinha passaporte francês e outro, alemão.

"Como a Interpol tem motivos para pensar que os suspeitos ligados a esse assassinato usurparam as identidades de pessoas existentes, as notificações vermelhas indicam que os nomes utilizados eram disfarces para cometer o assassinato", acrescenta a entidade.

"A Interpol divulgou as fotografias e os nomes utilizados de forma fraudulenta nos passaportes, com o objetivo de impedir que os supostos assassinos viajassem livremente utilizando os mesmos passaportes falsos", explica.

O governo britânico e o irlandês convocaram nesta quinta-feira os embaixadores de Israel para pedir explicações sobre o uso de passaportes falsos. A França fez o mesmo.

Os serviço secreto israelense (Mossad) é suspeito por esse assassinato.

Israel acusava Mahmud al-Mabhuh de ser um dos principais responsáveis pelo tráfico de armas iranianas para Gaza.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,02
    3,136
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,02
    75.974,18
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host