UOL Notícias Notícias
 

20/02/2010 - 20h59

Temporal na ilha da Madeira fez 32 mortos e 68 feridos

Pelo menos 32 pessoas morreram neste sábado vítimas das chuvas torrenciais e dos fortes ventos que afetam a ilha da Madeira; 68 ficaram feridas, segundo o governo autônomo.

A capital, Funchal, apresenta uma situação "caótica", segundo moradores desse pequeno paraíso turístico de 250.000 habitantes, localizado a 900 km a sudoeste de Portugal e a 500 km das costas marroquinas.

O aeroporto de Funchal permanecia fechado na noite deste sábado, "sem previsão de reabertura", precisou um porta-voz da empresa Aeroportos de Portugal (ANA).

O ministro português do Interior, Rui Pereira, seguiu para o arquipélago, com uma equipe de secorristas.

"Faremos uma primeira avaliação das necessidades e da possibilidade de decretar estado de catástrofe natural, e pedir ajuda à União Europeia", explicou.

O mau tempo também fez vários feridos e há pessoas desaparecidas, segundo as autoridades locais.

Chuvas torrenciais e ventos de 100 km/h causaram danos materiais significativos na ilha.

O presidente português Aníbal Cavaco Silva disse que a situação tem "repercussões humanitárias muito graves". O presidente recebeu um telefonema do rei da Espanha, Juan Carlos I, afirmando que seu país está preparado para prestar ajuda.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    14h19

    0,80
    3,153
    Outras moedas
  • Bovespa

    14h24

    -0,94
    74.678,78
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host