UOL Notícias Notícias
 

22/02/2010 - 15h16

Igreja católica alemã pede perdão por abusos sexuais contra crianças

O presidente da conferência episcopal alemã declarou-se "profundamente comovido" nesta segunda-feira com o escândalo de abusos sexuais contra menores em instituições católicas do país, e pediu perdão a todas as vítimas.

"Estou profundamente comovido pelos casos de abusos que foram revelados", declarou o arcebispo Robert Zollitsch, na abertura de uma conferência de bispos alemães, que ocorre até quinta-feira em Friburgo.

"O abuso sexual contra um menor é sempre um crime horrendo. Quero me juntar à afirmação do papa Bento XVI, e pedir perdão a todos aqueles que foram vítimas de tais crimes", acrescentou.

Na semana passada, Bento XVI qualificou os abusos sexuais contra menores de "crime odioso" e "pecado grave", após uma reunião excepcional com os bispos irlandeses, atingidos por um escândalo de pedofilia.

Na Alemanha, o escândalo veio à tona em janeiro no colégio jesuíta Canisius de Berlim, onde o reitor reconheceu que vários ex-alunos sofreram abusos sexuais nos anos 1970 e 1980, nos quais estiveram envolvidos pelo menos dois professores jesuítas.

Segundo uma pessoa encarregada pelo colégio de acompanhar o caso, cerca de 120 alunos disseram ter sofrido abusos.

O escândalo se extendeu a outros colégios jesuítas da Alemanha, em cidades como Hannover, Bonn e St. Blasien.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host