UOL Notícias Notícias
 

22/02/2010 - 12h36

Lieberman: não há provas contra Israel no assassinato de dirigente do Hamas

O ministro das Relações Exteriores de Israel, Avigdor Lieberman, afirmou nesta segunda-feira que "não há provas" de que seu país esteja envolvido no assassinato de um líder do Hamas em Dubai no mês passado.

"Não há provas de que Israel esteja envolvido neste caso, e se alguém tivesse apresentado alguma prova, além das manchetes da imprensa, nós teríamos reagido", indicou Lieberman em um comunicado de seu gabinete.

"Mas, como não há elementos concretos, não é necessário reagir", acrescentou.

Pouco antes, a União Europeia havia manifestado a sua indignação pelo assassinato do comandante do Hamas, Mahmud al-Mabhuh, e pelo suposto uso de passaportes falsificados de países europeus nesse crime.

As autoridades de Dubai atribuíram esse assassinato ao serviço de inteligência exterior israelense Mossad.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host