UOL Notícias Notícias
 

22/02/2010 - 16h28

TV cubana transmitirá série sobre planos de assassinato contra Fidel Castro

A televisão cubana transmitirá uma série sobre os 638 planos de atentados que, segundo os serviços secretos de Cuba, foram forjados ou patrocinados pelos Estados Unidos contra o líder comunista Fidel Castro em seu quase meio século no poder, explicou nesta segunda-feira a equipe realizadora.

A série "O que deve viver", rodada por especialistas do Instituto de Ciências Policiais do Ministério do Interior de Cuba e dirigida por Rafael Ruiz, será transmitida todos os domingos a partir do dia 7 de março.

As filmagens levaram três anos e contaram com a participação de 243 atores e de mais de 800 figurantes, segundo Ruiz, citado pela imprensa local.

O primeiro capítulo fala dos complôs do período que engloba desde os preparativos no México da expedição do iate Granma, por onde Fidel Castro chegou à ilha em dezembro de 1956, até o triunfo da revolução.

A série é concluída com o plano frustrado contra Castro no Panamá, durante a X Conferência Ibero-americana, em 2000. Em 2004, a então presidente do Panamá, Mireya Moscoso, perdoou os quatro anticastristas cubanos acusados de conspiração, o que fez Cuba romper relações com o país, refeitas um ano depois sob um novo governo panamenho.

"Como é uma série histórica, utilizamos outros gêneros, uma mistura de estilos para nos auxiliar e tornar a história mais atrativa para o espectador, dando a ele mais informações sobre o ocorrido", explicou o diretor.

A série "é uma das maneiras mais efetivas de levar o espectador a um fato histórico, e o audiovisual é atraente e creio que vai ser um grande aprendizado", comentou o ator Omar Alí.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,21
    3,129
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h35

    0,04
    76.004,15
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host