UOL Notícias Notícias
 

25/02/2010 - 16h58

Igreja Católica considera " tragédia" morte de preso político em Cuba

A Igreja Católica de Havana considerou nesta quinta-feira "uma tragédia para todos" a morte do preso político cubano Orlando Zapata, devido a uma greve de fome, e pediu ao Governo evitar que se repitam "situações como estas", segundo nota da Conferência Episcopal entregue à imprensa.

Os bispos solicitam também ao governo Raúl Castro criar "condições de diálogo e entendimento idôneo para evitar que se chegue a situações tão dolorosas que não beneficiam ninguém e fazem muitos sofrer".

Depois de destacar o desacordo com as greves de fome, "uma forma de violência que a pessoa exerce sobre si mesma", o comunicado diz que os bispos souberam da situação "através da imprensa internacional", em alusão ao silêncio dos meios locais, sob controle estatal.

Os religiosos expressam suas "condolências e a certeza de nossas preces" à mãe de Zapata, Rosa Tamayo.

Zapata foi enterrado nesta quinta-feira em Banes.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,84
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,35
    68.594,30
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host