UOL Notícias Notícias
 

01/03/2010 - 11h05

Comissão Europeia incentiva Grécia a adotar novas medidas para sair da crise

A Grécia deve "examinar novas medidas" para sair da crise, afirmou nesta segunda-feira em Atenas o comissário europeu para Assuntos Econômicos e Monetários, Olli Rehn, após se reunir com o ministro de Finanças grego, Giorgos Papaconstantinou.

"Quero ajudar as autoridades gregas a examinar medidas adicionais nos próximos dias para alcançar o objetivo de reduzir o déficit público em quatro pontos percentuais (de 12,7 a 8,7% do PIB) em 2010", declarou Rehn.

"Os riscos vinculados a evoluções macroeconômicas e ao desenvolvimento dos mercados são reais e serão necessárias medidas de consolidação adicionais para se assegurar de que o objetivo de uma redução do déficit neste ano será conquistado", acrescentou.

Já Papaconstantinou reiterou que o governo grego "fará tudo, incluindo novas medidas, para concretizar a redução do déficit público em 4% do PIB em 2010".

Após a reunião com Papaconstantinou, Olli Rehn se encontraria com a ministra da Economia e Concorrência, Luka Katséli, com o vice-primeiro-ministro, Théodore Pangalos, e com o governador do Banco da Grécia, Giorgos Provopoulos.

Mais tarde, o comissário europeu deve ser recebido pelo primeiro-ministro Giorgos Papandreou e depois se reunirá com o ministro do Trabalho, Andreás Loverdos, antes de fechar sua visita com uma coletiva de imprensa.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h16

    -0,05
    3,173
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h23

    1,12
    65.403,25
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host