UOL Notícias Notícias
 

01/03/2010 - 14h56

Consumo de maconha aumenta risco de doenças psíquicas, segundo estudo

Consumir maconha por muito tempo aumenta o risco de doenças psíquicas, como psicoses, alucinações visuais ou auditivas e delírios, segundo um estudo australiano divulgado nesta segunda-feira nos Estados Unidos.

Os pesquisadores do Instituto Cerebral da Universidade de Queensland consultaram 3.800 jovens de cerca de vinte anos sobre seu consumo de maconha e sobre a ocorrência de eventuais problemas psíquicos.

Pouco mais de 14% deles responderam que consumiam maconha há seis anos ou mais. O estudo constatou que esses jovens corriam um risco duas vezes maior de sofrer de doenças psicóticas, como a esquizofrenia, do que aqueles que nunca consumiram.

O risco de serem vítimas de alucinações também é duas vezes maior; e o de delírios, quatro vezes mais elevado.

"A ligação é muito clara entre o consumo e os três problemas estudados: quanto mais tempo se consome maconha, mais elevado é o risco de efeitos não desejados", indicam os autores do estudo divulgado no Archives of General Psychiatry.

Eles reconhecem, no entanto, que é difícil dizer se esses problemas psíquicos antecedem ou são consequência do consumo de entorpecentes. "A relação é complexa", revelam.

"Os indivíduos que sofrem de sintomas psicóticos isolados correm um risco maior de consumir maconha, o que poderia, por sua vez, contribuir para aumentar o risco de problemas psicóticos", de acordo com o estudo.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,79
    3,152
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h22

    1,18
    65.148,35
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host