UOL Notícias Notícias
 

02/03/2010 - 21h44

Chile: bombeiros lutam para resgatar sete sob escombros

Os bombeiros lutavam contra o tempo nesta terça-feira para resgatar sete pessoas presas sob os escombros de um prédio que desabou em Concepción, há quatro dias, após o violento terremoto que sacudiu o Chile.

O prédio caiu durante o tremor, de 8,8 graus de magnitude, que matou 795 pessoas no país.

As primeiras informações davam conta de 100 pessoas presas nos escombros do edifício em Concepción, mas muitos moradores conseguiram escapar por conta própria.

"Do total de pessoas que buscávamos, e prevíamos cerca de 30, graças a divulgação do fato muitos que moravam aqui se apresentaram (...) e pelos cálculos da polícia há sete" sob os escombros, disse o comandante Miguel Díaz, encarregado da segurança na região.

Os bombeiros localizaram com vida, por meio de cabos com câmeras de TV, quatro pessoas presas em um apartamento. Não há imagens dos outros três moradores retidos nos escombros, mas os socorristas acreditam que estão vivos.

"Acreditamos que ao menos quatro pessoas estão vivas no (que era) sexto andar. Estamos tratando de atacar por baixo do prédio para retirá-las", revelou o militar.

A operação de resgate é extremamente perigosa, já que os buracos perfurados pelos socorristas podem provocar o colapso da estrutura sobre as vítimas.

O edifício Borde Rio caiu na madrugada de sábado, quando o terremoto sacudiu Concepción, a segunda maior cidade do Chile, 500 km ao sul de Santiago.

Concepción, a cidade mais afetada pelo terremoto, está fortemente militarizada, com tanques nas ruas guardando lugares estratégicos, patrulhas com soldados armados, toque de recolher ampliado a 18 horas e moradores organizados em grupos de autodefesa para responder aos violentos saques dos últimos dias.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host