UOL Notícias Notícias
 

03/03/2010 - 13h28

Exército israelense anula bombardeio na Cisjordânia por culpa do Facebook

O exército israelense já não é "amigo" de um de seus soldados, que publicou em sua página do Facebook detalhes de uma operação secreta da qual participaria e que seria realizada em um povoado palestino da Cisjordânia ocupada, informou nesta quarta-feira a rádio local.

"Nesta quarta-feira, vamos limpar (o povoado de) Qatana e na quinta-feira, se Deus quiser, voltaremos para casa", explicou o soldado do Tsahal em seu perfil da rede social, informou a rádio militar.

Seus companheiros, que viram o comentário no Facebook com os detalhes, avisaram imediatamente seus superiores, que precisaram anular a operação, acrescentou a rádio.

O exército israelense não quis fazer nenhum comentário a respeito.

Entretanto, o Tsahal (exército de Israel) suspendeu o soldado em questão de sua unidade, segundo a rádio.

Em abril de 2008, um soldado israelense foi condenado, pela primeira vez, a um ano de prisão por colocar fotografias de sua base no Facebook sem autorização.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host