UOL Notícias Notícias
 

04/03/2010 - 13h04

Juíza argentina volta a congelar uso de reservas do BC para pagar dívida

A justiça argentina voltou a suspender, nesta quinta-feira, o uso, por parte do governo, de reservas monetárias do Banco Central, BCRA, para pagar a dívida pública, como havia estabelecido a presidente Cristina Kirchner, em recente decreto de necessidade e urgência.

A juíza Claudia Rodríguez Vidal ordenou a suspensão cautelar de um decreto oficial, considerado idêntico a um anterior, muito polêmico e que havia sido anulado na segunda-feira por Cristina Kirchner, indicou o Centro de Informações Judiciais.

Cristina Kirchner viu-se obrigada a derrogar na segunda-feira o decreto para a criação do Fundo Bicentenário, no valor de 6,569 bilhões de dólares, que motivou uma crise institucional no país, mas o substituiu por outros dois, um dos quais, de 4,382 bilhões de dólares, que foi suspenso pela magistrada.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h00

    -0,87
    3,153
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h01

    0,31
    70.226,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host