UOL Notícias Notícias
 

04/03/2010 - 13h15

Mulheres da Ásia do Pacífico estão se sentindo mais poderosas, diz pesquisa

Mulheres da região Ásia-Pacífico estão se sentindo mais poderosas em termos socioeconômicos, diminuindo um pouco a diferença em relação aos homens, mas ainda persiste a desigualdade, informa uma pesquisa realizada pelo grupo MasterCard para o Dia Internacional da Mulher, comemorado na próxima semana.

O grupo de mulheres de 14 economias da região, incluindo China, Hong Kong, Japão, Coreia do Sul, Austrália e Nova Zelância, produziu um índice médio de 85.57 pontos neste ano, contra 84.47 em 2009.

O número abaixo de 100 indica desigualdade de gênero a favor do sexo masculino enquanto um valor maior de 100 indica mais poder das mulheres, informou o MasterCard em comunicado.

A pesquisa também mostrou que mais mulheres possuem renda própria - foram 80 mulheres para 100 homens neste ano, comparado ao grupo de 75 mulheres para 100 homens em 2009.

Mais mulheres também estão se matriculando em cursos universitários, diz a pesquisa.

"As mulheres continuam fazendo avanços na participação da força de trabalho e na educação superior e estamos satisfeitos de ver sua autoestima em termos de suas capacidades de ganhos", disse Georgette Tan, vice-presidente regional de comunicação da MasterCard.

"Isto pode explicar o aumento do número de mulheres que são chefes de família. É bom ver que elas estão se sentindo mais poderosas".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,48
    3,144
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,53
    75.604,34
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host