UOL Notícias Notícias
 

04/03/2010 - 10h20

Reconstrução do Chile vai levar pelo menos três anos

A reconstrução no Chile após o terremoto de 8,8 graus de sábado e o posterior tsunami vai demorar pelo menos três anos, afirmou nesta quinta-feira a presidente Michelle Bachelet, mas sem revelar um valor preciso para os danos.

"Acredito que pelo menos praticamente todo o próximo governo, ou pelo menos três anos" disse Bachelet em uma entrevista à rádio ADN de Santiago.

O presidente eleito Sebastián Piñera assumirá o poder em 11 de março para um mandato de quatro anos.

"A magnitude dos danos é enorme. O terremoto foi devastador", acrescentou a presidente.

Bachelet afirmou que as tarefas de reconstrução no Chile - atual credor do Fundo Monetário Internacional (FMI) - vão exigir alguns créditos internacionais.

"O Chile tem recursos para uma quantidade de ações, mas vamos ter que pedir crédito ao Banco Mundial e outras instituições", afirmou a presidente, que completou ainda não ser possível dimensionar o valor dos danos provocada pelo terremoto e o posterior tsunami.

"Há zonas rurais em que tudo está no chão, há destruição de infraestrutura. Milhares de chilenos perderam não apenas entes queridos, mas suas casas e pertennces, há empresas que sofreram perdas importantes", relatou Bachelet.

O balanço ainda provisório da tragédia no Chile é de 802 mortos.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,95
    3,157
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h28

    -1,26
    74.443,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host