UOL Notícias Notícias
 

04/03/2010 - 11h55

Tumulto em templo do norte da Índia deixa 63 mortos

Pelo menos 63 pessoas - 37 crianças e 26 mulheres - morreram nesta quinta-feira em um tumulto dentro de um templo do norte da Índia, onde cerca de 10 mil pessoas se reuniam para buscar roupas e alimentos distribuídos gratuitamente, segundo o balanço mais recente da polícia.

"Contamos todos os corpos e registramos 37 crianças e 26 mulheres que haviam chegado para uma distribuição de doações", declarou por telefone à AFP o subdelegado S.P. Pathak, que estava no local da tragédia.

O incidente ocorreu no templo hindu Ram Janki da cidade de Pratapgarh, 650 km ao sudeste de Nova Délhi, no estado de Uttar Pradesh.

A correria dentro do templo aconteceu quando uma grande porta de metal caiu sobre alguns fiéis.

Segundo a polícia, nenhum homem morreu na confusão, que ocorreu na parte da frente da fila, onde estavam as mulheres e crianças.

Representantes do governo afirmaram que os organizadores não estavam preparados para receber a quantidade de pessoas que apareceram para encontrar Kripaluji Maharaj, um homem venerado na localidade.

Segundo seu site, Maharaj cuida de uma fundação de caridade que constrói escolas, templos e hospitais e administra cinco grandes templos hindus, incluindo um nos Estados Unidos

A polícia informou que 125 pessoas ficaram feridas e foram tratadas em um hospital ou no próprio local da tragédia.

"Quero recuperar minha irmã", afirmou uma mulher angustiada pela rede de televisão IBN7. "Veio aqui para receber roupas e alimentos, mas agora está morta".

"Minha esposa vinha todos os dias", disse outro homem. "Hoje veio com suas amigas para participar do evento. Encontraram-na morta nas escadas do templo".

Os tumultos em eventos religiosos na Índia são comuns. Nas concentrações de devotos em locais cheios e com escassas medidas de segurança, o pânico pode se propagar rapidamente e provocar situações mortais.

O pior incidente ocorreu em outubro de 2008, quando cerca de 220 pessoas morreram próximo a um templo da Fortaleza Mehrangarh na cidade de Jodhpur.

Mais de 25 mil devotos foram ao santuário para as orações do início do Navaratri, um festival hindu de nove dias.

O tumulto começou quando um muro erguido junto ao estreito caminho que levava até o templo caiu, matando sete pessoas. Mais de 200 morreram pisoteadas e asfixiadas.

Também em 2008, 145 peregrinos perderam a vida em uma confusão provocada pela ruptura de uma grade em um popular templo do Estado de Himachal Pradesh (noroeste).

As concentrações religiosas, as peregrinações e os festivais formam parte da vida diária na Índia.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,48
    3,144
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,53
    75.604,34
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host