UOL Notícias Notícias
 

05/03/2010 - 09h37

Líder ultradireitista holandês chega a Londres para exibir filme anti-islâmico

O deputado de extrema direita holandês Geert Wilders chegou nesta sexta-feira a Londres para apresentar seu polêmico documentário contra o Islã na Câmara dos Lordes britânica, onde protestos deverão ser realizados.

A Grã-Bretanha negou a Wilders o visto de entrada em seu território em fevereiro de 2009, alegando que susa teses "extremistas" representam "uma ameaça para a segurança pública", mas a proibição foi anulada em outubro, e o líder do Partido pela Liberdade fez a sua primeira visita a esta capital.

"Fitna", que compara o Islã ao Nazismo e o liga a ataques terroristas, foi considerado pelo secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, como uma obra "ofensivamente anti-islâmica".

Como nas duas ocasiões anteriores, a visita do político populista holandês foi patrocinada pelo Lorde britânico Malcolm Pearson, do também direitista e eurocético Partido para a Independência do Reino Unido (UKIP).

O PVV, que possui nove assentos na câmara holandesa, defende a proibição do Alcorão, que é comparado com o livro manifesto de Adolf Hitler "Mein Kampf".

Embora Wilders, de 46 anos, não tenha sido recebido por manifestantes em sua chegada ao aeroporto londrino de Heathrow, os protestos deverão ser realizados a pertir do meio-dia nas imediações da Câmara dos Lordes, no centro da capital.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,45
    3,141
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,39
    64.684,18
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host