UOL Notícias Notícias
 

09/03/2010 - 15h42

China e Índia assinarão acordo de Copenhague

China e Índia, dois dos principais emissores de gases do efeito estufa, aderiram ao acordo de Copenhague sobre o clima aprovado em dezembro passado, indicou uma fonte da secretaria da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (CQNUMC).

O principal negociador chinês, Su Wei, confirmou em uma carta enviada à secretaria da CQNUMC que a China podia ser incluída no preâmbulo do acordo de Copenhague, que estabelece a lista de países assinantes.

O ministro indiano do Meio Ambiente, Jairam Ramesh, anunciou nesta terça-feira que a Índia também vai aderir ao acordo de Copenhague.

No dia 31 de janeiro, quando expirou o primeiro prazo para que Estados aderissem ao acordo, a China e outros grandes países emergentes não deixaram claras as suas intenções, o que irritou os Estados Unidos.

"A China regulariza a sua situação e tranquiliza os americanos, que estavam irritados com sua atitude", disse Emmanuel Guerin, do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e de Relações Internacionais.

O acordo de Copenhague, negociado no último momento da Cúpula de Copenhague, não tem um estatuto jurídico preciso, já que os países reunidos na capital dinamarquesa simplesmente "tomaram nota" de sua existência.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,71
    3,168
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,12
    68.634,65
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host