UOL Notícias Notícias
 

09/03/2010 - 14h54

Colonização de Jerusalém Oriental ameaça negociações de paz (palestinos)

A decisão de Israel de autorizar nesta terça-feira a construção de mais 1.600 casas em Jerusalém Oriental, setor da cidade de maioria árabe, ameaça as negociações de paz, declarou à AFP o porta-voz da Autoridade Palestina.

"A decisão de construir em Jerusalém Oriental significa que os esforços dos Estados Unidos fracassaram, inclusive antes do início das negociações indiretas" entre israelenses e palestinos, declarou Nabil Abu Rudeina.

"Está claro que Israel não quer nem paz nem negociações e que o governo americano terá que responder às provocações israelenses imediatamente e tomar uma decisão urgente sobre uma medida eficaz", acrescentou o porta-voz.

O Ministério israelense do Interior aprovou nesta terça-feira a construção de mais 1.600 casas para colonos judeus em Jerusalém Oriental.

Essa decisão coincidiu com uma visita do vice-presidente americano Joe Biden a Jerusalém para tentar reativar o processo de paz.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,84
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,35
    68.594,30
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host