UOL Notícias Notícias
 

09/03/2010 - 06h35

Coreia do Norte se diz pronta para diálogo e guerra com EUA

A Coreia do Norte declarou nesta terça-feira que reforçará o arsenal nuclear em resposta ao que chamou de "ameaças e provocações militares" americanas, e que está preparada tanto para o diálogo como para a guerra com os Estados Unidos.

"A República Popular Democrática da Coreia (Coreia do Norte), que está plenamente preparada para o diálogo e para a guerra, continuará reforçando a força de dissuasão nuclear enquanto prosseguirem as ameaças e provocações militares dos Estados Unidos", afirmou o porta-voz do ministério das Relações Exteriores norte-coreano.

O comentário oficial é uma consequência do início, na segunda-feira, dos exercícios militares conjuntos, dos Estados Unidos e da Coreia do Sul, que Pyongyang considera um treinamento para a invasão de seu território.

Na segunda-feira, o governo norte-coreano colocou as Forças Armadas em estado de alerta máximo.

As manobras deste ano coincidem com os esforços diplomáticos para levar a Coreia do Norte de volta às negociações multilaterais para obter o desarmamento nuclear do país.

Além disso, a Coreia do Norte também criou uma divisão militar independente para deslocar e operar os mísseis balísticos de alcance médio, de acordo com fontes do governo sul-coreano.

De acordo com Seul, a medida demonstra a determinação norte-coreana de continuar com o desenvolviment dos IRBM (mísseis balísticos de alcance intermediário).

Com raio de ação superior a 3.000 km, estes mísseis são capazes de atingir as bases militares dos Estados Unidos no Japão e em Guam.

A Coreia do Norte desafia uma resolução do Conselho de Segurança da ONU, que determinou a interrupção do programa de mísseis balísticos.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,40
    3,181
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    2,01
    70.011,25
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host