UOL Notícias Notícias
 

09/03/2010 - 08h05

UE adverte EUA após desistência da EADS de licitação

A Comissão Europeia considerou nesta terça-feira "lamentável" que a construtora aeronáutica EADS tenha desistido de um processo de licitação para o fornecimento de aviões-tanque aos Estados Unidos, e manifestou preocupação com as modificações no contrato para prejudicar a empresa.

"É muito lamentável que uma potência se sinta incapaz de apresentar sua candidatura para um contrato deste tipo", comentou o comissário europeu do Comércio, Karel De Gucht, em referência a EADS, fabricante do Airbus.

"A Comissão Europeia ficaria extremamente preocupada se os termos da licitação estivessem formulados de tal modo para impedir uma concorrência aberta pelo contrato", completou.

O Executivo europeu, que representa os 27 países da União Europeia (UE) em questões comerciais, advertiu que acompanhará de perto os futuros passos do caso.

O Northrop Grumman, sócio da Airbus no mercado americano, anunciou na segunda-feira ter desistido da disputa em consequência da "estrutura da licitação" que, segundo a empresa, dá preferência ao avião da Boeing, uma versão modificada do 767, menor que o A330 da Airbus.

O presidente da Airbus, Thomas Enders, denunciou que "a licitação em curso é direcionada a favor do avião menor e menos eficiente da concorrência".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    14h29

    0,12
    3,269
    Outras moedas
  • Bovespa

    14h34

    -0,50
    63.765,84
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host