UOL Notícias Notícias
 

10/03/2010 - 10h59

Refém espanhola da Al-Qaeda libertada

Uma espanhola que era mantida em cativeiro no norte do Mali pela organização Al-Qaeda no Magreb Islâmico (AQMI) foi libertada nesta quarta-feira e é esperada em Burkina Faso, afirmou à AFP uma fonte diplomática, mas a italiana que também teve a libertação anunciada permanece em poder dos terroristas.

A refém espanhola Alicia Gámez, 39 anos, foi sequestrada em novembro ao lado de outros dois membros de uma ONG catalã.

De acordo com a primeira vice-presidente do governo espanhol, María Teresa Fernández de la Vega, Alicia está sã e salva. Ela viaja para Barcelona acompanhada de um parente e da secretária espanhola de Cooperação, Soraya Rodríguez.

A italiana Philomene Kaboureh, também de 39 anos e natural de Burkina Faso, chegou a ter a libertação anunciada, mas continua em cativeiro. Ela foi sequestrada ao lado do marido Sergio Cicala, 65 anos.

"Ela não foi libertada liberada. Apenas a espanhola foi libertada e um avião veio buscá-la em Uagadugu", disse uma fonte ligada à presidência de Burkina Faso, que pediu anonimato.

"Seguimos com as negociações para a libertação. Não são os mesmos grupos, cada grupo apresenta condições", completou.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    15h19

    -0,84
    3,152
    Outras moedas
  • Bovespa

    15h27

    1,05
    68.693,62
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host