UOL Notícias Notícias
 

10/03/2010 - 10h00

UE condena construção de novos assentamentos em Jerusalém Oriental

A chefe da Diplomacia europeia, Catherine Ashton, condenou nesta quarta-feira a decisão de Israel de autorizar a construção de novos assentamentos em Jerusalém Oriental, no dia seguinte de os Estados Unidos terem expressado suas críticas no mesmo sentido.

"Me junto ao vice-presidente (americano Joe) Biden para condenar a decisão de construir 1.600 novas casas em Jerusalém Oriental", declarou Ashton no Parlamento Europeu em Estrasburgo (França).

Jerusalém Oriental foi anexado por Israel em 1967, algo que a comunidade internacional nunca reconheceu.

Biden, que na terça-feira estava exatamente em visita a Israel, assegurou que a decisão do governo hebreu "compromete a confiança" necessária neste momento para reativar as negociações de paz com os palestinos.

Ashton vai viajar no dia 17 de março para o Oriente Médio e visitará inclusive a Faixa de Gaza, um deslocamento que o Estado hebreu autorizou na segunda-feira de forma excepcional.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    15h40

    -0,07
    3,134
    Outras moedas
  • Bovespa

    15h49

    -0,49
    75.603,39
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host