UOL Notícias Notícias
 

11/03/2010 - 14h46

Relatório dos EUA critica situação dos Direitos Humanos em Cuba, Venezuela e Honduras

O governo de Cuba ainda se nega a conceder direitos humanos básicos a seus cidadãos, enquanto que na Venezuela houve um aumento da repressão à imprensa e à oposição, denunciou nesta quinta-feira um relatório anual dos Estados Unidos.

No relatório apresentado pelo Departamento de Estado, o governo de Barack Obama também criticou as violações dos Direitos Humanos em Honduras por parte do governo de fato após o golpe de Estado, em junho de 2009.

Em Cuba, o regime dos irmãos Castro "continuou negando a seus cidadãos seus direitos humanos básicos, incluindo o direito de mudar seu governo, e cometeu diversos e sérios abusos", como a detenção arbitrária de defensores dos Direitos Humanos e a falta de processos judiciais justos, indicou o informe, que avalia a situação dos Direitos Humanos no mundo.

Na Venezuela, "a politização do sistema judicial e a opressão e intimidação oficial da oposição política e da imprensa se intensificaram durante o ano", considerou no relatório.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h49

    -0,47
    3,130
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h57

    -0,47
    75.249,61
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host