UOL Notícias Notícias
 

12/03/2010 - 11h05

'Arca de Noé verde' supera meio milhão de espécies

  • Entrada da Arca de Noé verde, em Longyearbyen, no arquipélago ártico de Svalbard

    Entrada da "Arca de Noé verde", em Longyearbyen, no arquipélago ártico de Svalbard

O banco de sementes do arquipélago ártico de Svalbard, conhecido como a "Arca de Noé verde", superou na quinta-feira a barreira do meio milhão de espécies, se tornando a coleção de sementes mais variada do mundo, anunciaram nesta sexta-feira os administradores.

Instalada sob uma montanha de Longyearbyen, capital do arquipélago norueguês situado a quase mil quilômetros do Pólo Norte, a reserva de sementes é destinada a proteger a biodiversidade vegetal ameaçada pelas mudanças climáticas, as guerras e as catástrofes naturais.

Na quinta-feira, a grande caixa forte recebeu em particular as sementes de um feijão silvestre da Costa Rica, que resiste a um fungo devastador, e as de um morango silvestre recolhido na margem de um vulcão das ilhas russas Sakhalin, após uma expedição de três dias em uma região cercada por ursos.

"Chegar ao meio milhão provoca emoções variadas porque, se isto mostra que o banco de sementes de Svalbard é agora a medida de referência da diversidade, o acontecimento ocorre também em um momento em que nossa agricultura está por um fio", afirmou Cary Fowler, diretor do Fundo Mundial pela Diversidade dos Cultivos (GCDT).

"Se as espécies vegetais e a agricultura não se adaptarem às mudanças climáticas, a humanidade também não poderá fazê-lo", acrescentou o diretor em um comunicado.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host