UOL Notícias Notícias
 

12/03/2010 - 20h45

Quarteto condena novas construções em Jerusalém

O chamado Quarteto da paz para o Oriente Médio condenou nesta sexta-feira a decisão de Israel de autorizar novas construções em Jerusalém Oriental e apelou às partes envolvidas a apoiarem a retomada rápida de um diálogo, segundo comunicado divulgado nesta sexta-feira pelas Nações Unidas.

O grupo formado por Estados Unidos, Rússia, Nações Unidas e União Europeia reprovou a decisão israelense de permitir a construção de 1.600 casas em Jerusalém Oriental.

O Quarteto "condena a decisão de Israel de avançar no planejamento de novas unidades de habitação em Jerusalém Oriental (...) e reafirma que as ações unilaterais tomadas pelas partes não podem prejulgar o resultado das negociações e não serão reconhecidas pela comunidade internacional".

O comunicado destaca que "o Quarteto concorda em supervisionar de perto os acontecimentos em Jerusalém e se reserva a adotar qualquer medida adicional que a situação no terreno possa exigir.

O grupo reafirma "que a paz entre árabes e israelenses e o estabelecimento de um Estado palestino independente, contíguo e viável é do interesse fundamental das partes, de todos os estados da região e da comunidade internacional".

Israel anunciou na terça-feira a construção das novas residências em Jerusalém Oriental, em meio à visita do vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, à região.

Nesta sexta-feira, a secretária americana de Estado, Hillary Clinton, qualificou o projeto israelense de "sinal profundamente negativo".

A decisão também foi criticada por União Europeia, ONU, Rússia e Grã-Bretanha.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host