UOL Notícias Notícias
 

12/03/2010 - 11h50

Referência a Deus no dólar é constitucional

Um tribunal federal da Califórnia decidiu na quinta-feira, por dois votos a um, que as referências a Deus no dólar e no juramento de lealdade à bandeira dos Estados Unidos, recitado em algumas escolas públicas, não constituem um doutrinamento religioso por parte do Estado.

O caso foi levado à justiça por Michael A. Newdow, que considera as referências a Deus no juramento de lealdade e na moeda nacional contrários à Constituição americana.

"O juramento é constitucional", decidiu a corte a respeito da promessa solene que fazem todas as manhãs à bandeira os alunos de escolas públicas e que inclui a frase "One nation under God" ("Uma nação sob Deus").

A referência foi adicionada ao juramento em 1954 pelo presidente Dwight Eisenhower.

Em relação ao dólar, a frase "In God we trust" ("Em Deus nós acreditamos") está impressa em todas as moedas e cédulas americanas.

"O juramento serve para unir a nossa vasta nação com a recitação orgulhosa de alguns dos ideais sobre os quais se fundou nossa república e pelos quais continuamos lutando", afirmaram os dois juízes que decidiram contra a ação.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host