UOL Notícias Notícias
 

13/03/2010 - 08h22

Pedofilia: 3.000 acusações apresentadas ao Vaticano na década

Um total de 3.000 acusações de pedofilia contra padres foram examinadas pela justiça do Vaticano de 2001 a 2010, por fatos cometidos nos últimos 50 anos.

"De 2001 a 2010 recebemos aproximadamente 3.000 acusações envolvendo padres diocesanos ou religiosos por crimes cometidos nos últimos 50 anos", declarou o monsenhor Charles J. Scicluna, do Ministério Público do tribunal da Congregação da Fé, em uma entrevista concedida ao Avvenire, o jornal da Conferência Episcopal Italiana.

"Em mais ou menos 60% dos casos são atos de 'efebofilia', ou seja, atração física por adolescentes do mesmo sexo. Em 30% relações heterossexuais e os 10% restantes de verdadeira pedofilia, ou seja, de atração sexual por jovens impúberes", afirmou o religioso, para estabelecer uma diferença entre os casos.

Para ele, "em nove anos os casos de padres acusados de pedofilia são por volta de 300".

"Muito, com certeza, mas é preciso constatar que o fenômeno não é tão extenso como se quer fazer acreditar", completou, antes de destacar que existem "400.000 padres diocesanos e religiosos no mundo".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host