UOL Notícias Notícias
 

14/03/2010 - 14h24

Embaixador: Israel deu conta dos terroristas da embaixada na Argentina em 1994

Israel sabe quem cometeu o atentado contra sua sede diplomática em Buenos Aires em 1992, que provocou 22 mortes e deixou 200 feridos, e já deu conta deles, afirmou o embaixador israelense na Argentina, Daniel Gazit.

"Sabemos quem esteve por trás do atentado à embaixada, quem o organizou, quem deu as ordens e quem executou, com nomes e tudo, e já demos conta deles", disse Gazit à revista argentina Perfil.

"Foi o Hezbollah, e o Irã esteve por trás", acusou o diplomata.

Outra fonte da embaixada, não identificada pela revista, informou que um dos responsáveis foi Imad Fayez Moughnieh, apontado como chefe de segurança no exterior do grupo libanês Hezbollah, que agentes israelenses "identificaram e eliminaram em 2008".

Moughnieh era um dos indiciados pelo ataque no processo da Corte Suprema de Justiça argentina.

Na terça-feira, o ataque com bomba que demoliu a sede diplomática na capital argentina completa 18 anos.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h09

    0,68
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    16h18

    -1,79
    61.518,93
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host