UOL Notícias Notícias
 

14/03/2010 - 14h28

Funcionário do consulado americano assassinado no México

Pistoleiros não identificados mataram neste domingo um funcionário do consulado dos Estados Unidos em uma cidade de fronteira do México, ao lado da esposa e da esposa de outro funcionário consular, informou neste domingo a Casa Branca.

"O presidente Barack Obama está profundamente entristecido e ultrajado com a notícia do brutal assassinato de três pessoas associadas ao Consulado Geral dos Estados Unidos em Ciudad Juárez", afirmou um porta-voz do Conselho de Segurança Nacional.

Mike Hammer, o porta-voz, afirmou que as vítimas são um funcionário americano do consulado, sua esposa - também americana - e a esposa de um funcionário mexicano do consulado.

O comunicado divulgado pela Casa Branca não revela detalhes sobre o incidente em Ciudad Juárez, onde mais de 2.600 pessoas foram assassinadas no ano passado em crimes vinculados ao narcotráfico.

Pouco depois, o Departamento de Estado informou que os diplomatas americanos que trabalham em consulados ao longo da fronteira mexicana foram autorizados a enviar de volta as famílias, em consequência das preocupações com a segurança.

O Departamento de Estado também fez uma advertência sobre as viagens de americanos ao México.

A autorização para o retorno de parentes de funcionários de consulados inclui as cidades de Tijuana, Nogales, Ciudad Juarez, Nuevo Laredo, Monterrey e Matamoros, na fronteira norte do México.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host