UOL Notícias Notícias
 

15/03/2010 - 11h39

Netanyahu afirma que Israel prosseguirá construindo colônias em Jerusalém

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, afirmou nesta segunda-feira no Parlamento que a construção de colônias em Jerusalém Oriental prosseguirá, em plena crise diplomática com os Estados Unidos por esta questão.

"A construção em Jerusalém continuará, como aconteceu durante os últimos 42 anos", afirmou Netanyahu. Em 1967, o Estado hebreu anexou Jerusalém Oriental, uma área predominantemente árabe, em uma iniciativa que nunca foi reconhecida pela comunidade internacional.

"O congelamento durante 10 meses da construção em Judeia-Samaria (nome bíblico da Cisjordânia) terminará na data prevista", acrescentou, em referência à moratória parcial e temporário sobre a colonização judaica na Cisjordânia ocupada, anunciada no fim de novembro.

Na semana passada, Israel autorizou a construção de 1.600 casas para colonos judeus em Jerusalém Oriental, o que enfureceu os Estados Unidos. O anúncio coincidiu com a visita do vice-presidente americano Joe Biden, que pretendia promover a retomada das negociações de paz com os palestinos.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,02
    3,136
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,02
    75.974,18
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host