UOL Notícias Notícias
 

16/03/2010 - 21h38

Policial morre em confronto com supostos membros do ETA

Um policial francês morreu, nesta terça-feira, durante um confronto com supostos membros da organização separatista basca ETA, informaram diversos veículos da imprensa espanhola, citando fontes antiterroristas.

O policial, Jean Serge Nerin, de 52 anos e pai de quatro filhos, foi ferido no tórax, apesar do colete à prova de balas que usava, e morreu uma hora depois.

O jornal El Mundo revelou que um dos agressores foi detido durante tiroteio com a polícia. Joseba Fernández Aizpurúa, segundo fontes próximas à investigação, falava em euskera (idioma basco) e se identificou como membro de um grupo terrorista.

Anteriormente, fontes próximas à investigação informaram na França que um oficial tinha sido morto à tarde em um tiroteio com diversos desconhecidos na localidade de Dammarie-les-Lys, a oeste de Paris, um dos quais falava euskera, o que lhes levou a suspeitar que poderiam se tratar de membros do ETA.

Segundo fontes policiais, quatro pessoas, entre elas uma mulher, roubaram um carro BMW por volta das 19H00 em Dammarie-les-Lys (departamento de Seine-et-Marne, oeste de Paris).

O veículo foi localizado pouco depois por uma patrulha policial na comunidade próxima a Villiers-en-Biere.

Enquanto a patrulha se preparava para abordar os quatro ocupantes do carro, um segundo veículo, aparentemente um Citroen com dois homens a bordo, se aproximou. Um dos homens atirou três vezes, ferindo mortalmente o policial.

Os outros dois policiais atiraram de volta. Até o momento, desconhece-se se algum dos agressores ficou ferido, mas os policiais conseguiram apreender a arma do assassino, uma Magnum 357 calibre 11,43 mm, com número de série raspado.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host