UOL Notícias Notícias
 

17/03/2010 - 12h40

Milão julga quatro bancos estrangeiros por suposta fraude

O Tribunal de Milão (norte da Itália) decidiu nesta quarta-feira abrir um julgamento por suposta fraude contra quatro bancos estrangeiros, o americano JPMorgan, os alemães Depfa e Deutsche Bank e o suíço UBS, indicou à imprensa o magistrado encarregado da investigação.

Além dos bancos, 13 pessoas serão julgadas, entre elas 11 dirigentes dos bancos envolvidos e dois ex-funcionários da Prefeitura de Milão, indicou à AFP Alfredo Robledo, procurador adjunto do Tribunal de Milão.

Os bancos foram acusados de esconder da Prefeitura de Milão os riscos dos produtos financeiros oferecidos a essa cidade para a reestruturação da dívida municipal e de terem prometido que a operação economizaria dinheiro.

Os bancos foram acusados de obter ganhos de cerca de 100 milhões de euros (137 milhões de dólares) envolvendo essa operação.

Em 2005, a Prefeitura de Milão, "capital" econômica da Itália, assinou um empréstimo compulsório de 1,7 bilhão de euros com o objetivo de reestruturar a sua dívida e ganhar liquidez.

O julgamento começará no dia 6 de maio no tribunal dessa cidade, indicou Robledo.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,21
    3,129
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h35

    0,04
    76.004,15
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host