UOL Notícias Notícias
 

17/03/2010 - 16h56

Sem apoio da Alemanha, Grécia não exclui recorrer ao FMI

O primeiro-ministro grego, Giorgos Papandreou, não excluiu nesta terça-feira em Bruxelas a possibilidade de recorrer ao Fundo Monetário Internacional (FMI) em busca de ajuda financeira, ante a falta de respaldo europeu, principalmente da Alemanha.

"Se considerarmos que devemos nos endividar com taxas de juros extremamente altas" nos mercados financeiros para refinanciar a dívida grega, "todas as opções estarão aqui, nada está excluído", declarou Papandreou em uma coletiva de imprensa ao lado do presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durao Barroso.

"Preferimos uma solução europeia", mas "todas as opções estão abertas", acrescentou, referindo-se ao FMI, opção descartada pela maioria dos países europeus, já que evidenciaria o fracasso do bloco para ajudar um de seus membros.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h09

    -0,10
    3,133
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h16

    0,53
    76.379,51
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host