UOL Notícias Notícias
 

17/03/2010 - 07h24

Zapatero condena ação criminosa do ETA na França

O primeiro-ministro da Espanha, José Luis Rodríguez Zapatero, condenou nesta quarta-feira o assassinato de um policial francês em um tiroteio na terça-feira perto de Paris e atribuiu o crime a uma ação criminosa do grupo terrorista ETA.

"Desta vez a França pagou um preço alto pela colaboração na luta contra o ETA", declarou Zapatero, que manifestou solidariedade.

Ele disse ainda que conversará nesta quarta-feira com o presidente francês, Nicolas Sarkozy, para expressar "condolências, solidariedade e apoio".

"Redobraremos a vontade de colaboração entre França e Espanha para acabar com o grupo terrorista ETA", completou.

Um policial francês de 52 anos morreu na tarde de terça-feira na localidade de Dammarie-les-Lys, ao sudeste de Paris, em um tiroteio com supostos membros do ETA.

Um deles foi detido, Joseba Fernández Aspurz, conhecido como "El Guindi", segundo a imprensa espanhola.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,02
    3,136
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,02
    75.974,18
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host