UOL Notícias Notícias
 

18/03/2010 - 19h12

Jerusalém: polícia limita acesso à esplanada das mesquitas

A polícia israelense entrou novamente em estado de alerta e proibiu o acesso, nesta sexta-feira, à esplanada das mesquitas, na parte antiga de Jerusalém, aos muçulmanos com menos de 50 anos, informou na quinta-feira um porta-voz policial.

As autoridades temem manifestações violentas dos palestinos por ocasião das orações de sexta-feira, após os recentes enfrentamentos na Cidade Velha e nos bairros árabes de Jerusalém.

Segundo o porta-voz da polícia, Micky Rosenfeld, só as mulheres e os fiéis com mais de 50 anos poderão rezar na sexta-feira na esplanada.

Aplicada nos últimos dias, esta restrição foi suspensa na quarta-feira depois dos confrontos entre palestinos e forças de ordem israelenses, que deixaram dezenas de feridos entre os manifestantes e 15 entre os policiais. Sessenta manifestantes foram detidos.

As tensões político-religiosas aumentaram na semana passada com a autorização dada pelo ministério israelense do Interior à construção de 1.600 casas em Jerusalém oriental, cuja anexação por Israel, em 1967, não é reconhecida pela comunidade internacional.

Jerusalém oriental é o centro do conflito israelense-palestino. Os palestinos querem estabelecer ali sua futura capital, enquanto os israelenses consideram a cidade toda como sua própria capital "eterna e indivisível".

Nesta parte da cidade estão a Esplanada das Mesquitas e a mesquita de Al-Aqsa, venerada pelos muçulmanos.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host