UOL Notícias Notícias
 

19/03/2010 - 08h13

Parlamento polonês condena Cuba por ações contra oposição

O Parlamento polonês (Dieta) aprovou nesta sexta-feira uma resolução que condena as ações das autoridades cubanas contra a oposiçã democrática e pede a libertação de todos os prisioneiros políticos.

"A Dieta da República Polonesa, que guarda em sua memória a tradição polonesa de luta pela liberdade e a herança do Solidariedade, condena as ações das autoridades cubanas contra a oposição democrática", afirma o texto da Câmara Baixa.

"Apesar dos esforços de organizações internacionais, em particular a União Europeia (UE), a situação de mais de 200 prisioneiros políticos em Cuba continua sendo muito difícil", acrescenta a resolução.

A Dieta pede às autoridades de Cuba a "libertação de todos os prisioneiros políticos, incluindo Guillermo Fariñas, e o início com os representantes da oposição de um diálogo com o ojetivo de criar um sistema político democrático na República de Cuba".

Guillermo Fariñas, um jornalista de 48 anos que pede a libertação de 26 prisioneiros políticos enfermos, iniciou uma greve de fome após a morte, em 23 de fevereiro, do prisioneiro político Orlando Zapata, de 42 anos, em consequência de uma greve de fome de protesto de 85 dias.

Fariñas está hospitalizado há uma semana e é alimentado por via intravenosa por ordem dos médicos.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host