UOL Notícias Notícias
 

20/03/2010 - 11h44

Holanda conta 1.100 denúncias de abusos cometidos por sacerdotes

Mil e cem casos presumíveis de abusos sexuais cometidos por membros do clero, entre os anos 50 e 60, foram assinalados na Holanda, segundo denúncias recebidas desde o início de março, anunciou neste sábado Pieter Kohnen, porta-voz da Igreja católica holandesa.

As denúncias foram feitas à comissão "Ajuda e Direito" criada em 1995 pela Igreja para ajudar as vítimas, informou Kohnen.

A Conferência Episcopal e a Conferência de Institutos Religiosos da Holanda, num total 190 instituições, anunciaram na terça-feira passada a abertura de investigação "independente" sobre esses atos que teriam sido cometidos por membros do clero.

O preparo da investigação foi confiada ao ex-ministro de Educação, Wim Deetman, e o trabalho começará dentro de quatro a seis semanas.

Em fevereiro passado, saíram à luz pública denúncias sobre esses atos cometidos na década de 60 num colégio da ordem dos salesianos de Don Bosco.

No entanto, nenhuma das denúncias pode servir de base à abertura de instrução judicial, uma vez que o crime foi prescrito, explicou à AFP Evert Boerstra, porta-voz do Ministério Público holandês.

"Quando se trata de abusos sexuais passíveis a uma condenação de dez anos de prisão, o crime prescreve em 20 anos", disse Boerstra.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,02
    3,136
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,02
    75.974,18
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host