UOL Notícias Notícias
 

20/03/2010 - 09h48

Papa expressa sua "vergonha", e anuncia medidas

O Papa Bento XVI expressou a "vergonha" e o "remorso" de toda a Igreja ante o escândalo de pedofilia registrada entre o clero irlandês, anunciando iniciativas em favor "da cura e de uma renovação", segundo sua carta enviada aos católicos da Irlanda, publicada neste sábado.

O Papa se disse "profundamente desolado" com os sofrimentos das vítimas de abusos cometidos por padres, mostrando-se disposto a encontrá-las como o fez outras vezes (na Austrália e nos Estados Unidos, em 2008).

No documento que será lido neste domingo em todas as paróquias irlandesas, Bento XVI afirma que os homens da Igreja culpados desses atos deverão "responder" não apenas "diante de Deus", mas ante a justiça comum.

Entre as medidas anunciadas polo pontífice em sua carta está o anúncio de uma "visita apostólica", isto é uma investigação "em várias dioceses da Irlanda", assim como em "seminários" e "congregações religiosas". A medida deverá ajudar a Igreja local "no caminho da renovação".

O Papa também denunciou "os graves erros de julgamento" cometidos pelo episcopado irlandês, acusado de ter encoberto centenas de casos de pedofilia cometidos por sacerdotes durante varias décadas.

O primaz da Igreja católica na Irlanda, cardeal Sean Brady, reagiu imediatamente expressando esperança de que a carta pastoral conduza a um "renascimento", descrevendo a data de sua divulgação como um "dia histórico".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,71
    3,168
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,12
    68.634,65
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host