UOL Notícias Notícias
 

22/03/2010 - 10h02

Cidadão americano será julgado na Coreia do Norte

Um cidadão americano, detido por ter entrado ilegalmente na Coreia do Norte, será julgado pela justiça local, anunciou nesta segunda-feira a agência oficial KCNA.

O homem foi apresentado pela agência norte-coreana KCNA, como Aijalon Mahli Gomes, um habitante de Boston de 30 anos.

No final de janeiro, Pyongyang anunciou a prisão de um cidadão americano por entrar ilegalmente na Coreia do Norte através da fronteira com a China.

Outro americano, Robert Park, um missionário de origem coreana, foi detido em 25 de dezembro por também entrar ilegalmente no país, mas foi libertado no início de fevereiro.

Park, de 28 anos, originário de Tucson (Arizona), passou pelo rio Tumen congelado, entre a China e a Coreia do Norte, para entrar no Estado comunista.

Era portador de uma mensagem ao presidente norte-coreano Kim Jong-il, onde pedia que libertasse os prisioneiros políticos ou que tomassem medidas para assegurar melhores condições de vida e uma maior proteção dos direitos humanos no país, segundo a associação "Vida e Liberdade para todos os norte-coreanos".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    11h39

    0,17
    3,285
    Outras moedas
  • Bovespa

    11h45

    0,18
    63.372,67
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host