UOL Notícias Notícias
 

22/03/2010 - 07h00

Diretor da Rio Tinto na China se declara culpado de corrupção

O diretor em Xangai (leste da China) da gigante da mineração Rio Tinto, o australiano Stern Hu, e um de seus colaboradores chineses decidiram se declarar culpados da acusação de corrupção, informa a agência Dow Jones Newswires.

Segundo a acusação, Stern Hu aceitou mais de seis milhões de yuans (quase 900.000 dólares) em comissões ilegais e seu colaborardor chinês Liu Caikui mais de três milhões, segundo Tao Wuping, advogado de Liu.

O crime pode ser condenado com cinco anos de prisão.

Os dois acusados, julgados a partir desta segunda-feira em Xangai com outros dois colaboradores chiness, questionam os valores que teriam recebido.

Os quatro réus devem responder ainda a uma acusação de espionagem industrial.

O primeiro-ministro australiano, Kevin Rudd, advertiu novamente a China que o mundo estará "muito atento" ao julgamento de Xangai.

"O governo australiano seguirá o julgmanto com muita atenção", declarou Rudd à imprensa.

Apenas as audiências sobre as acusações de corrupção serão abertas ao público, anunciou o tribunal.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,12
    3,283
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,05
    63.226,79
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host