UOL Notícias Notícias
 
22/03/2010 - 09h52

Líbia: fotógrafo francês desapareceu na região de Benghazi (RSF)

PARIS, 22 Mar 2011 (AFP) -Um fotógrafo francês, Stéphane Lehr, colaborador da agência Polaris Image, desapareceu no último domingo na região de Benghazi, leste da Líbia, denunciou nesta terça-feira a organização Repórteres Sem Fronteiras (RSF).

"Este experiente jornalista estava em Benghazi com uma equipe de televisão francesa", indicou a RSF em um comunicado.

O diretor da agência Polaris Image, Jean Pierre Papis, afirmou que a empresa está sem notícias de seu colaborador desde domingo, quando ele enviou um e-mail dizendo que havia chegado à cidade, bastião da rebelião contra o ditador Muamar Kadhafi.

"Acabo de chegar a Benghazi. Tentarei partir esta tarde. Aqui não é seguro", escreveu Lehr.

Segundo um jornalista que também estava em Benghazi, o fotógrafo dirigiu-se para Ajdabiya, ao sul.

Três jornalistas ocidentais, entre eles dois repórteres da Agência France Presse (AFP) e um fotórgrafo da Getty Images, foram capturados no sábado passado na região de Tobruk (leste) pelo exército líbio, segundo o depoimento do motorista que trabalhava para eles.

Os dois jornalistas da AFP, Dave Clark (britânico) e Roberto Schmidt (colombiano e alemão), e o correspondente da Getty, Joe Raedle (americano), não dão notícias sobre seu paradeiro desde a noite de sexta-feira.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    14h29

    0,73
    3,169
    Outras moedas
  • Bovespa

    14h34

    -0,69
    68.118,16
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host