UOL Notícias Notícias
 
23/03/2010 - 06h25

Tóquio anuncia radiação perigosa para bebês na água

OSAKA, Japão, 23 Mar 2011 (AFP) -A radiação medida na água potável de Tóquio supera o limite legal autorizado para os bebês, anunciaram nesta quarta-feira as autoridades da capital japonesa, que fica 250 km ao sudoeste da central nuclear acidentada de Fukushima.

Em mostras de água corrente foi detectada uma concentração de iodo de 210 becquerels por quilo. O limite fixado pelo governo nipônico para um bebê é de 100 becquerels.

As autoridades locais desaconselharam dar diretamente água de torneira a um bebê ou o uso da mesma para preparar as mamadeiras.

"Segundo as normas governamentais, a água com um nível de substância radioativa superior a 100 becquerels por quilo não deve ser utilizada para os bebês", afirmou uma fonte do governo local.

A megalópole de Tóquio tem 35 milhões de habitantes.

No sábado foram detectados vestígios de iodo radioativo na água de Tóquio, mas dentro do limite tolerado.

A presença de iodo radioativo (iodo 131) foi descoberta na água potável dos municípios de Tóquio, Tochigi, Gunma, Saitama, Chiba e Niigata, informou o ministério japonês de Ciências.

Desde o início da crise provocada pelo terremoto e tsunami de 11 de março e do acidente na central nuclear de Fukushima, os habitantes de Tóquio passaram a estocar água mineral mineral, deixando os mercados praticamente sem o produto.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host