UOL Notícias Notícias
 

24/03/2010 - 16h55

EUA criticam prisão de líder opositor na Venezuela

Os Estados Unidos mostraram-se nesta quarta-feira "seriamente preocupados" com a prisão, na Venezuela, do líder de oposição Oswaldo Alvarez Paz, afirmando que este é o "último exemplo" dos ataques do governo Hugo Chávez à liberdade de expressão.

"Estamos seriamente preocupados com a prisão do ex-governador Osealdo Alvarez Paz por simplesmente expressar seus pontos de vista em um programa de opinião na televisão", afirmou a jornalistas um porta-voz do Departamento de Estado, Mark Toner.

Alvarez Paz foi preso na segunda-feira por ordem de um tribunal de Caracas sob a acusação de conspiração, instigação pública ao crime e divulgação de informação falsa após suas declarações em um programa de TV durante o qual disse que a Venezuela converteu-se em um centro de operações que facilitam o tráfico de drogas.

"É, infelizmente, o último exemplo do contínuo ataque do governo à liberdade de expressão", disse Toner.

Os Estados Unidos pediram que o governo venezuelano honre seus compromissos internacionais e "observe o respeito aos direitos humanos, inclusive à liberdade de expressão, essencial para as democracias representativas", completou Toner.

O governo venezuelano negou que tenha ordenado a prisão do líder e afirma que sua detenção obedeceu à atuação independente do Poder Judiciário. Alvarez Paz pode receber uma pena de 2 a 16 anos de prisão.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,40
    3,181
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    2,01
    70.011,25
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host