UOL Notícias Notícias
 

26/03/2010 - 18h34

Dennis Hopper ganha estrela na Calçada da Fama e revela saúde frágil

O ator americano Dennis Hopper ganhou, nesta sexta-feira, uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood, quando atravessa um momento crítico por causa de um câncer terminal, e chegou a pedir compaixão aos paparazzi que cobriam a cerimônia depois de ter sofrido uma queda, na véspera, provocada por seu delicado estado de saúde, constatou um jornalista da AFP no local.

"Todos aqueles a quem convidei hoje aqui e, obviamente, alguns que não convidei, enriqueceram minha vida enormemente", disse o ator, visivelmente debilitado na cerimônia celebrada em frente ao Teatro Egyptian, no coração de Hollywood Boulevard, bairro turístico ao norte de Los Angeles.

Na cerimônia desta sexta-feira, Hopper pediu inclusive a compaixão dos paparazzi pois, informou que na quinta-feira sofreu uma queda na rua após ter sido chamado por um destes fotógrafos especializados em perseguir celebridades.

"Tenho trabalhado para aparecer o melhor possível neste dia, o mais forte possível, portanto saí da minha casa ontem (quinta) e estava no meio do caminho para entrar na caminhonete e alguém gritou da esquina: 'Ei, Dennis!'. Achei ter reconhecido a voz, continuei caminhando, dei meia volta e não vi um obstáculo na via e sofri uma queda terrível porque não tenho músculos", contou.

"Enfim, sei que têm um trabalho duro, mas às vezes é preciso ser mais sensível", alfinetou o ator.

Hopper, de 73 anos, anunciou no fim do ano passado que travava uma batalha contra o câncer de próstata e, nesta sexta-feira, ganhou a estrela 2.403 na calçada hollywoodiana, em reconhecimento a seus mais de 50 anos de carreira, marcados por papéis notáveis em "Juventude Transviada" (1955), "Sem Destino" (1969), "Apocalypse Now" (1979) e "Veludo Azul" (1986).

"Tudo o que aprendi na minha vida, aprendi com vocês e com o maravilhoso mundo que vi e pelo qual viajei (...) e assim, tive tudo com vocês", disse Hopper, cercado de membros da família e de alguns produtores dos estúdios de Hollywood.

"Este foi meu lar e minha escola. Amo todos vocês. Eu só quero agradecer. Isto significa muito para mim; muito obrigado a todo mundo", acrescentou, sorrindo e acenando para os presentes, entre os quais estavam 200 fãs que se aproximaram para assistir à cerimônia, na qual Hopper esteve acompanhado dos colegas Viggo Mortensen e Jack Nicolson.

Viggo Mortensen, que atuou ao lado de Hopper no filme "Irmãos de Sangue" (1991) e "Boiling Point - em Ponto de Bala" (1993), assim como o produtor Mark Canton, discursaram na cerimônia que coincidiu com o aniversário de 7 anos de Galen, a filha caçula do ator.

Segundo seu advogado, Joseph Mannis, com base em documentos judiciais divulgados na véspera, por causa de seu grave problema de saúde, o ator não está em condições de responder aos pedidos de sua quinta esposa, Victoria, mãe de Galen, a quem enfrenta em um difícil processo de divórcio depois de 14 anos de casamento.

O médico do ator, David Agus, escreveu nos mesmos documentos judiciais que o ator está pesando 45 quilos e é incapaz de manter conversas longas, chegando a informar que qualquer trâmite judicial com relação ao tema "poderia ameaçar suas possibilidades de sobreviver à atual crise de saúde" que atravessa.

A disputa do casal está centrada no dinheiro que Victoria exige, enquanto Hopper assegurou nos documentos legais que, por causa de sua saúde, "não há mais empréstimos possíveis".

Uma audiência está marcada para 5 de abril para resolver este caso.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,21
    3,129
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h35

    0,04
    76.004,15
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host