UOL Notícias Notícias
 

26/03/2010 - 23h55

Exército colombiano libera área para Farc soltar refém

As Forças Armadas da Colômbia suspenderão suas operações na área do sudeste do país onde a guerrilha das Farc libertará, no domingo, um militar sequestrado há um ano, informou nesta sexta-feira o general Freddy Padilla.

"A partir deste momento emitiremos as ordens pertinentes para suspender as operações militares e policiais", disse Padilla à imprensa ao final de uma reunião com o Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICR).

Durante o encontro, o representante da CICR na Colômbia, Cristophe Berney, entregou as coordenadas da área onde as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) libertarão o soldado Josué Calvo, no domingo, se tudo ocorrer como o previsto.

Padilla destacou que as operações serão suspensas entre as 18H00 local de sábado (20H00 Brasília) e as 06H00 de segunda-feira (08H00).

Dois helicópteros brasileiros com delegados da CICR, da Igreja Católica e do grupo "Colombianos e colombianas pela paz", liderados pela senadora Piedad Córdoba, recolherão o refém na zona determinada, ao que parece no departamento de Meta.

Calvo foi sequestrado em abril del 2009 e está muito doente, segundo as Farc.

Um segundo refém, o suboficial do Exército Pablo Emilio Moncayo, em poder das Farc desde dezembro de 1997, será entregue à mesma comissão humanitária, na terça-feira, na selva do departamento de Caquetá (sul).

Os dois reféns fazem parte de um grupo de 23 militares e policiais que as Farc mantém sequestrados para trocar por cerca de 500 guerrilheiros presos, algo rejeitado pelo presidente colombiano, Alvaro Uribe.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h40

    0,05
    3,268
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h47

    0,59
    63.034,76
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host