UOL Notícias Notícias
 

29/03/2010 - 12h04

Eleições regionais na Itália terminaram com forte abstenção

As eleições regionais na Itália terminaram nesta segunda-feira às 15h00 (10h00 de Brasília) com um forte índice de abstenção, segundo as primeiras estimativas.

A participação foi de 64,6%, uma queda de cerca de 8 pontos em relação às eleições regionais de 2005, que foi de 72%, segundo as primeiras estimativas provisórias do Ministério do Interior.

O índice é também mais baixo do que o registrado para as eleições para o Parlamento europeu em junho de 2009, que foi de 65,5% dos inscritos.

Foi a porcentagem mais baixa de participação nos 15 últimos anos.

Em uma pequena cidade da Calábria, no sul, apenas 2,8 do eleitorado votou em protesto, porque se "sentem abandonados pelas instituições e pelos políticos".

A queda foi interpretada também como um sinal do desgaste do partido da centro-direita do chefe de governo Silvio Berlusconi.

"A baixa participação pode ser considerada uma crítica à classe política, que não oferece respostas às dificuldades econômicas", comentou Paolo Gentiloni, do opositor Partido Democrático (PD) à rede televisão SkyTG24.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,84
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,35
    68.594,30
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host