UOL Notícias Notícias
 

30/03/2010 - 09h07

Berlim quer supressão de portais de pornografia infantil

Berlim rejeita o simples "bloqueio" dos portais de pornografia infantil na internet estipulado pela Comissão Europeia e exige a sua "supressão", indicou nesta terça-feira a ministra alemã da Justiça.

"O governo (alemão) rejeita o bloqueio de portais", que "não constitui um meio eficaz de luta contra a pornografia infantil", declarou Sabine Leutheusser-Schnarrenberger em uma entrevista concedida ao jornal Hamburger Abendblatt.

É preciso "suprimir" esses portais "em vez de bloqueá-los", alegou, exigindo um "amplo debate".

De acordo com a ministra, o bloqueio dos sites de pornografia infantil não só é ineficaz como "também prejudica consideravelmente a confiança dos internautas".

Na segunda-feira, a comissária europeia encarregada dos Assuntos Internos, Cecilia Malmstr¶m, anunciou que a Comissão pretendia obrigar todos os países da União Europeia a bloquear o acesso aos portais de pornografia infantil na internet.

O bloqueio do acesso a esses portais faz parte de uma nova estratégia de defesa dos direitos das crianças que ainda deve ser examinada por ministros dos 27 Estados da UE e pelo Parlamento europeu, antes de ser efetivado.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host