UOL Notícias Notícias
 

30/03/2010 - 10h54

Ministro anuncia balanço de massacre menor que o divulgado pela HRW

Os ataques dos rebeldes ugandeses do Exército de Resistência do Senhor (LRA) em meados de dezembro no nordeste da República Democrática do Congo deixaram no máximo 25 mortos, afirmou o ministro da Justiça do país, Lessa Bambi Luzolo, em um balanço bem menor que os 321 mortos anunciados pela organização Human Rights Watch (HRW).

"O número de 321 vítimas anunciado pela Human Rights Watch é manifestamente exagerado. São vítimas na população civil que não superam 25", afirmou o ministro.

"São acontecimentos de dezembro de 2009 e a ONG fala deles como se fossem de agora", acrescentou Luzolo, antes destacar: "Não aconteceram matanças como afirma o relatório, e sim algumas pessoas atacadas ao passar por elementos fora de controle do LRA".

O Exército de Resitência do Senhor atua principalmente no nordeste da RDC.

Em um relatório divulgado no sábado, a HRW acusou os rebeldes da LRA de terem executado pelo menos 321 civis em meados de dezembro durante um ataque de quatro dias à região.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,13
    3,270
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,51
    63.760,94
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host