UOL Notícias Notícias
 

30/03/2010 - 15h10

Missão para libertação de militar partiu para seu destino, na Colômbia

A missão humanitária para a libertação do sargento Pablo Emilio Moncayo, o refém mais antigo da Colômbia, sequestrado em dezembro de 1997 pela guerrilha das Farc, partiu nesta terça-feira para seu destino, às 11H16 locais (16H16 GMT). Ele deverá ser recolhido num ponto determinado da selva colombiana.

A operação para buscá-lo, que o Brasil apoia com dois helicópteros e tripulantes, começou com mais de duas horas de atraso devido às más condições atmosféricas na região nas primeiras horas desta terça-feira.

A família de Moncayo e ativistas da ONG Colombianos pela Paz despediram-se com aplausos do helicóptero que partiu do aeroporto de Florencia (580 km ao sul de Bogotá).

Gustavo Moncayo, pai do sargento, tirava fotos da missão com um enorme sorriso, mostrando as correntes que usa há muitos anos nos braços, para pedir a libertação de seu filho.

Moncayo, de 32 anos de idade, ascendeu a sargento em cativeiro e será entregue pelas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia à senadora Piedad Córdoba, acompanhada de delegados do Comitê Internacional da Cruz Vermelha e da Igreja Católica colombiana.

Sua família vai esperá-lo no aeroporto de Florencia, 580 km ao sul de Bogotá.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host