UOL Notícias Notícias
 

30/03/2010 - 21h50

Parlamento sérvio aprova resolução que reconhece massacre de Srebrenica

O Parlamento Sérvio aprovou, na noite desta terça-feira, hora de Brasília (manhã de quarta-feira, hora local), uma resolução histórica condenando o massacre de cerca de 8 mil muçulmanos em 1995, em Srebrenica, colocando fim a anos de negações, por parte dos sérvios, com relação à magnitude da tragédia.

A aprovação do texto, por 127 dos 173 parlamentares presentes, não qualifica, entretanto, o massacre como genocídio.

"O Parlamento sérvio condena duramente o crime cometido contra os bósnios muçulmanos de Srebrenica em julho de 1995, como determinado pelo regulamento da Corte Internacional de Justiça", diz o texto.

Os parlamentares ainda expressaram suas "condolências e desculpas às famílias das vítimas, porque não foi feito tudo o que poderia ter sido feito para evitar a tragédia".

A coalizão que propôs a resolução conquistou a adoção do texto após 13 horas de acalorados debates, mas advertiu que isso foi apenas o começo de um processo de revisão da História recente da Sérvia.

"Essa declaração é apenas o início porque as questões tratadas são apenas a ponta do iceberg que temos que encarar", afirmou Nenad Canak, da coalizão a favor da declaração, após a votação.

"(A resolução) foi o passo mais difícil, mas estou convencido de que isso abre agora o processo de reavaliação da história recente; isso vai ser longo e doloroso", acrescentou.

No texto, o Parlamento ainda votou para mater a cooperação com o Tribunal Penal Internacional para a antiga Iugoslávia (TPI).

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h09

    0,26
    3,288
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h16

    -0,63
    62.856,40
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host